terça-feira, 26 de agosto de 2008

Triathlon na USP - 4ª etapa

No último domingo, 24 de agosto, a nossa já conhecida equipe participou novamente do troféu Brasil de triathlon, conquistando a 4ª colocação.


Olha a Claudinha ali nadando:


Os Babikers compareceram em peso!!! Obrigada pessoal. O trio, Tony, Menghe e Douglas, também apareceu por lá... Valeu!!!



Rafinha e Jooorrrrrrgxe.


Claudinha (Claudião???), Livia e Bruna:


Mas o mais legal de tudo é que ficou firmado um pacto, vocês podem ver no vídeo a seguir. Teremos mais uma equipe Babiker no troféu Brasil!!! Mal posso esperar pra ver esses meninos em ação. Quando será a estréia???
video

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Pedalando pela Finlandia - Parte 2

Após longos quilômetros em meio a florestas e áreas de plantacao de aveia, trigo, chegamos no centro sul da Finlandia, onde a densidade populacional vai aumentando. Jyvaskyla é a maior cidade que havíamos passado até entao, muito especial para mim, pois foi lá que nasceu Alvar Aalto, o mais famoso arquiteto da Finlandia.





O centro da cidade é bem agitado, e já comecamos a ver gente, coisas e arte diferente...


Nessa regiao passamos pela bela área de lagos da Finlandia, e ao contrario do que imaginávamos, pouquissimos pernilongos, bom clima. Foi a parte mais gostosa da viagem, sempre encontrávamos um local próprio para acampamento perto de um lago, com mesinhas e as vezes até com banheiro, um luxo! Depois de montar a barraca tomar banho e preparar o jantar podíamos apreciar um belo por do sol.









Já na última semana da viagem, na regiao de Lahti, seguimos a dica de uma finlandesa que nos deu água também e encontramos uma prainha de um dos maiores lagos da Finlandia, o Paijanne, onde pudemos acampar.
Quando chegamos lá encontramos algumas pessoas tomando banho no lago frio.... depois eles vieram conversar conosco, na verdade eram proprietários da casa ao lado da prainha e estavam fazendo sauna e pulando no lago!!!! A sauna é muito usual na Finlandia, mesmo as casas mais simples tem. Depois de um tempo, quando ja tinhamos até jantado, o casal voltou para conversar conosco e nos convidou para um vinho!
Foram muito simpáticos! Conversamos por horas sobre a história da Finlandia. Eles moram em Lahti, mas compraram esta casa centenária para os finais de semana. Todos os dias de manha o Kari pula no lago frio, mesmo no inverno! Disse que a única dificuldade é que tem que abrir um buraco no gelo!!!!!! Ai meu Deus! Eles também nos ajudaram vendo os precos do barco para Estocolmo, e acabamos decidindo ir ate Turku para economizar uns bons euros. Além disso nos ajudou a contactar o Jaime, amigo que o Olinto fez na volta ao mundo, e com quem vamos nos encontrar em Turku também.

Chegada em Helsinki! Muito para comemorar!
Chegar numa cidade grande de bicicleta nao e uma tarefa muito facil... a maioria das autoestradas sao proibidas pra bike e as ciclovias mal sinalizadas.... no caminho encontramos o Rolf, um ciclista que nos guiou até o centro! Muito simpático, ele conhece o Brasil, a 40 anos atrás foi com a Cia Finlandesa de Ballet se apresentar no Municipal de SP. Agora com 60 anos o cara continua em forma!
Em Helsink pedalamos um pouco pelo centro e paramos para almocar. Depois seguimos, já com um mapa melhor nas maos, e encontramos a saída para Turku.






Quando já estávamos cansados e nao conseguíamos encontrar um lugar para acampar, paramos num posto de gasolina na estrada para ver o que fazer.... comecamos a conversar com um homem, se chama Kari também. No final ele acabou nos convidando para dormir na casa dele em Helsinki, nos levou para jantar e tudo! Aproveitamos para comer um prato com carne de rena, rsrsrs, e ver a noite da cidade. Ele é um economista de grande sucesso e depois dos 40 anos decidiu que ia trabalhar poucos dias, só para manter o padrao. Ele e um grande caçador e tem varios animais empalhados que ele mesmo caçou em seus safaris pela Africa!!!!! Mais uma noite cheia de historias que nunca vamos esquecer. A esposa dele é tao divertida e alegre que até parece brasileira! Adora Cuba e o Che Guevara, e atualmente está na Universidade estudando a cultura dos diferentes povos da Laponia!
No dia seguinte acordamos meio de ressaca, depois de tanto vinho e uma dose de 'pinga finlandesa', rsrsrs, mas tínhamos dois dias ainda de pedalada para chegar em Turku, onde encontramos o Jaime e sua esposa. Ele é ingles, e depois do encontro na volta ao mundo, ele e o Olinto so haviam se correspondido por email.
Ela é finlandesa e nos falou bastante sobre a cultura do país! Uma verdadeira festa na finalizacao da viagem!
No outro dia seguimos de barco para Estocolmo, o primeiro dia de descanso depois de 1700 km pedalados em 22 dias!



O Navio era um daqueles 'chiques', com direito a banda, free tax. Ficamos o dia todo na boa vida, apreciando o caminho, que passa por várias ilhas entre a Finlandia e Suécia.




Chegando em Estocolmo, ja no final do dia, fizemos uma volta na cidade e fomos procurar o Rui e a Carol, que estavam com o motor home nos esperando no Estádio Rasunda, onde o Brasil foi campeao.




As ciclovias em Estocolmo sao muito interessantes, funcionam de verdade! Tem mao de direçao e tudo!



Se voce está sem a sua bike, nao tem problema, é possível locar uma em qualquer ponto da cidade e devolver em qualquer outro ponto. Legal!!!!!



Infelizmente nao conseguimos encontrar nossos amigos a noite... o encontro estava marcado para o dia seguinte, mas achamos que eles iriam dormir no local. Estavamos errados.... e o pior é que ja era tarde para sair da cidade para encontrar um local para acampar.... tentamos em algumas areas livres da cidade mas ficamos com medo de sermos acordados a noite para desmontar a barraca, entao decidimos 'dormir na praça', literalmente!!!! Até que foi divertido e inusitado!

No dia seguinte, antes de encontrar o Rui e a Carol, fizemos mais uma volta na cidade, passamos pelo centro e fomos visitar o Globe, a maior construçao em forma circular do mundo. é muito legal conhecer a cidade de bike, é quase como assistir a um filme em camera lenta, vendo as pessoas, os prédios, as atitudes....






Assim concluímos a viagem em bike pela Finlandia, trazendo na bagagem muitas historias, lembranças e amizades.